Tonalidades de luz - como escolher?

Todo mundo já ouviu falar de LUZ QUENTE e LUZ FRIA isso vem da percepção de claridade que a luz nos desperta, luz quente ou fria é a expressão de uma sensação que a luz nos traz não tem nada a ver com o calor físico da lâmpada, mas sim como percebemos e somos influenciados pela luz.
 
 

A Importância da Temperatura de Cor na Vida Humana

 
O ser humano tem sua vida guiada pelas estimulações visuais e toda a nossa fisiologia é baseada no ciclo do dia e da noite, em um mundo selvagem, o ser humano seria um animal diurno, portanto, teria o auge de sua atividade no meio do dia e repousaria a noite, isso nos leva ao seguinte: 
O dia amanhece e começa nossa atividade, que neste período é mais calmo e menos ativo pois está ainda despertando.
No meio do dia, temos o auge de nossa atividade.
No fim da tarde estamos cansados e nos preparando para entrar em repouso.
Da mesma maneira o início e o fim do dia devido a posição do sol, tem temperaturas de cor mais baixas (na faixa de 3000K – amarelo/alaranjado) e no meio do dia temperaturas mais altas, na faixa de 6000K (branco puro).
Isso justifica porque todos nós somos influenciados pela tonalidade da luz, isso está consolidado no nosso corpo e na nossa mente. Esse ciclo diário de luz quente-fria-quente está presente na evolução humana desde o início dos tempos, sendo assim não se trata de um modismo ou conceito pouco provável, trata-se de um fato e funciona.
 

Aplicação na iluminação 

 
A tonalidade da luz e um ambiente influencia nosso comportamento, por isso é importante escolher a temperatura de cor adequada para cada ambiente a fim de contribuir com o bem estar e eficiência das pessoas.
 

Iluminação com temperatura cor quente para ambientes de descanso e relaxamento

 Ambientes onde a atividade principal é descansar e desacelerar a luz ideal é a de temperatura de cor 3000K. Outra coisa que pode intensificar a sensação de relaxamento, em conjunto com o uso de luz quente, é a intensidade, posicionamento e direção das fontes luminosas, mas este é um tema abrangente que será assunto para outro artigo.
O uso da luz quente em torno de 3000K também pode contribuir para dar mais sofisticação aos ambientes utilizando luminárias decorativas de aplicação indireta, como arandelas, balizadores e spots.
 

Iluminação com temperatura cor fria para ambientes que necessitam de atenção e produtividade

Ambientes como estações de trabalho (na empresa ou home office), bancos, escolas, indústrias, centros cirúrgicos, quadras e campos esportivas, ambientes residenciais como cozinha, banheiro e área de serviço, utiliza-se luz com temperatura de cor mais alta em torno de 6500K, mais brilhante e com tendência ao azulado.
 
Outro exemplo, é o uso dessa iluminação em ambientes onde é preciso ambiente como postos de gasolina, concessionárias, supermercados e hospitais, a temperatura mais alta e fria de cor branca, é estrategicamente utilizada para uma maior concentração e visualização.
 

Iluminação com temperatura cor neutra para ambientes profissionais e sóbrios

Existe um terceiro tipo de iluminação, de aplicação mais restrita e profissional que têm a função de reproduzir luz natural da maneira mais precisa possível. Usada em estúdios fotográficos e flashs de câmeras fotográficas profissionais. Também conhecido comercialmente como “luz do dia” tem temperatura de cor de 5500K, não é por acaso que corresponde à luz do sol ao meio-dia em um dia de céu claro sem nuvens.
Apesar de amplamente utilizada em ambientes profissionais pode ser encontrada em algumas versões residenciais e comerciais cuja utilização nesses ambientes cria atmosferas neutros e, por vezes, elegantes, como nessa foto.
 

Cor não interfere na eficiência energética

Vale destacar que a temperatura de cor não possui nenhuma influência no consumo da lâmpada.
O produto não utiliza mais ou menos energia em função da tonalidade do seu facho de luminoso, mas sim de acordo com a potência do produto. Quanto maior sua potência mais será o seu consumo de energia.
Existe uma falsa impressão de que quanto mais fria a iluminação, maior é a sua potência, ou que ilumina melhor o ambiente que a luz quente. O que difere é que a luz fria proporciona mais contraste e da percepção de mais claro. Já a luz quente traz menos contraste e por consequência mais aconchego e conforto visual.
 
Agora que você já sabe mais sobre temperatura de cor e suas aplicações encontre os produtos no site Aladin Iluminação que melhor atendam às suas necessidades.
 

 

Como iluminar corretamente uma área externa

Como iluminar corretamente uma área externa

Para transformar áreas externas com a iluminação tem alguns truques simples mas importantes

Dicas e orientações para fazer a melhor Iluminação externa

Dicas e orientações para fazer a melhor Iluminação externa

Veja como acertar na iluminação de áreas externas

Transforme sua área externa com Iluminação de Jardim

Transforme sua área externa com Iluminação de Jardim

Uma jardim iluminado é um convite para os olhos. Iluminar um jardim valoriza o

Luminárias de teto

Luminárias de teto

Quais são os tipos de luminárias de teto

Luminária de parede

Luminária de parede

Saiba como utilizar a luminária de parede para tornar ambientes mais aconchegantes e convidativos

Como escolher entre poste com base e sem base

Como escolher entre poste com base e sem base

São diversas as questões relacionadas aos dois tipos de fixação de postes, então fizemos uma tabela de vantagens e desvantagens para facilitar a comparação e decisão pelo modelo de poste ideal para as suas necessidades.

Orçamento pelo WhatsApp

Esse site utiliza cookies para possibilitar a individualização de sua navegação, com filtro de suas preferências para aprimorar anúncios direcionados a você, inclusive com nossos parceiros das redes sociais. Ao aceitar cookies você concorda com nossa Política de Privacidade.