Faça as escolhas certas para iluminação de jardins

Faça as escolhas certas para iluminação de jardins

Iluminação de jardins e espaços externos arborizados é essencial para valorizar esses ambientes, sejam eles condomínios residenciais, prédios comerciais ou corporativos, praças, parques, etc. Além de consolidar uma proposta estética, permite que os usuários aproveitem o espaço também à noite. Trata-se, portanto, de uma questão de valorização dos espaços e empreendimentos.
Também proporciona mais qualidade de vida às pessoas por incentivar e permitir atividades ao ar livre em horários estendidos.
Para conseguir os resultados melhores, é interessante conhecer as características específicas de um projeto de iluminação. Trazemos algumas dicas para obter um desempenho que atenda às necessidades dos clientes e empreendedores.
 
 
Segue abaixo recomendações profissionais para elaboração de projetos de excelente qualidade para iluminação de jardins: 
As particularidades da iluminação de jardim
Por se tratar de um ambiente externo, é natural achar que o projeto precise de uma atuação muito específica. No entanto, as distinções são menores que o esperado. Não há diferença entre iluminação de interiores e de exteriores, se você pensar que o princípio básico para obter um bom resultado é considerar a função e o efeito desejado. No projeto de iluminação externa, assim como no interno, é essencial avaliar a relação uso-efeito para atingir o impacto necessário.
Ou seja, o grande objetivo da iluminação de jardim, do mesmo modo que a do ambiente interno, é garantir a harmonia entre conforto, usabilidade e estética. Para isso, é preciso verificar alguns aspectos.
Vamos pensar que num jardim temos zonas que devem ter iluminação específica para criar efeito cênico e também temos área de tráfego de pedestres, por exemplo. Cada situação precisa ser analisada de maneira diferente.
 

4 regras para não errar na iluminação

Inicialmente, a iluminação de jardim acontece de forma semelhante ao processo interno. O bem-estar e o conforto visual devem ser os principais objetivos para a escolha das luminárias, mas também é preciso pensar em algumas regras.
Com a abordagem correta, é possível compor o cenário perfeito para aproveitar o lado de fora a noite. Na sequência, veja 4 regras de iluminação para garantir o jardim ideal.
 

1. Evite luzes coloridas

Era frequente que os projetos para a área externa incluíssem refletores coloridos, como os verdes. A ideia era valorizar o aspecto das folhagens e compor o ambiente. Também já foi comum usar outras cores, até para criar um resultado. No entanto, essa é uma técnica que está em desuso e que pode ser considerada ultrapassada.
Hoje, faz sentido reforçar o visual natural das árvores, arbustos, folhagens e outros elementos. Refletores brancos são os mais utilizados, já que oferecem um toque realista às cores.
Ao mesmo tempo, vale ficar de olho na temperatura. Lâmpadas muito fortes podem ofuscar as pessoas, então é preciso escolher as fontes luminosas com potência adequada. 
 

2. Direcione as luzes de baixo para cima

O posicionamento das lâmpadas é tão importante quanto a escolha delas. Selecionar o ponto adequado faz com que as estruturas naturais sejam valorizadas e que o projeto ganhe um toque especial. Para acertar, o ideal é posicionar os refletores de baixo para cima.
Isso faz com que a luz acompanhe o crescimento dos arbustos, das árvores e das folhagens. Isso ajuda a reforçar o aspecto vertical e evita o “achatamento” dos elementos naturais.
O olhar dos usuários deve ser atraído para se movimentar diante das cenas e dos seus componentes (tipos de plantas, texturas, cores etc.). É preciso criar uma mistura de sensações que despertem usuário a curiosidade para admirar todo o ambiente projetado.
 

3. Use luminárias específicas para área externa

Embora o projeto de iluminação de jardim passe por um processo semelhante ao da área interna, é necessário selecionar lâmpadas especiais. Elas devem ser voltadas para o ambiente externo para que ofereçam os resultados desejáveis.
É importantíssimo considerar lâmpadas que não gerem muito calor, dê preferência as do tipo LED, pois nesse tipo de lâmpada o facho luminoso não é acompanhado de calor devido ao fato dos LEDs não emitirem radiação infravermelha.
Portanto, o ideal é optar por luminárias projetadas para uso externo. Também não abra mão buscar fornecedores de alta qualidade. Assim, dá para obter o melhor desempenho para o projeto e ampliar a satisfação dos clientes.
Veja os cuidados sobre a escolha e o posicionamento das luminárias.
Pense em uma distância adequada entre a fonte luminosa e o objeto a ser iluminado e dê uma atenção especial a evitar que o facho luminoso esteja direcionado para os objetos e não para as pessoas.
 

4. Alie estética e funcionalidade

É natural que uma das expectativas sobre a iluminação de jardim esteja relacionada à estética. A intenção é criar um ambiente bonito e que valorize o paisagismo.
No entanto, também é essencial pensar na funcionalidade. Para iluminar um jardim, é preciso avaliar as diferentes zonas e entender suas distintas funções (trajeto de pedestres, lugares de contemplação, etc.), tipos de plantas, alturas das copas e assim por diante.
Portanto, busque meios de tornar o espaço útil e agradável, de modo que possa ser usado durante a noite. Um ponto de trânsito de pedestres, por exemplo, deve delimitar o caminho para evitar acidentes. Já quando a ideia for criar algo cênico, a estética merece atenção especial. No fim, é um jeito de conseguir harmonia e bem-estar.
 
A iluminação de jardim deve ser planejada de forma útil, bonita e segura. Com as dicas do nosso entrevistado especialista e com as regras simples, fica mais fácil acertar no projeto.
Ficou interessado Iluminação de jardins e áreas externas? 
 
Entre em contato com a gente e garanta a melhor iluminação:
 
Telefone: (11) 2219-2505/ (11) 2219-2506/ (11) 2219-2476
 
E-mail: contato@aladiniluminacao.com.br
 

 

Dúvidas mais frequentes sobre postes de iluminação

Dúvidas mais frequentes sobre postes de iluminação

Há quase 20 anos fabricando postes de iluminação, a Aladin Iluminação tem uma equipe de vendas qualificada para esclarecer toda e qualquer dúvida sobre o assunto.

Iluminação comercial. Destaque produtos gastando menos.

Iluminação comercial. Destaque produtos gastando menos.

Quer saber como destacar mais seus produtos gastando menos? Leia esse artigo.

Iluminação Indireta - saiba como ter aquela luz suave que todo mundo adora

Iluminação Indireta - saiba como ter aquela luz suave que todo mundo adora

Suave e agradável - veja como conseguir uma luz assim para fazer sucesso com a iluminação

Retrofit em iluminação. Sai o obsoleto, entra o eficiente.

Retrofit em iluminação. Sai o obsoleto, entra o eficiente.

Se você já ouviu falar de Retrofit em iluminação e tem curiosidade de saber o que significa, de uma maneira simples e objetiva, você chegou ao lugar certo.

Faça bom uso da verba do condomínio invista em iluminação

Faça bom uso da verba do condomínio invista em iluminação

Invista em iluminação e valorize o seu condomínio. Modernizar a iluminação transforma o ambiente. Iluminação funcional e decorativa torna o ambiente mais agradável e convidativo.

Como escolher a melhor iluminação para quadra de tênis?

Como escolher a melhor iluminação para quadra de tênis?

Uma boa iluminação em qualquer quadra de esportes, é fundamental para a sua utilização de forma adequada e, também, para que seja possível uma maior visibilidade ao esporte que está sendo praticado.

Orçamento pelo WhatsApp